Posts com tag “Torcida

Zagueiro do Corinthians atira em amigo


O zagueiro do Corinthians Leandro Castán se envolveu em uma ocorrência policial no início da noite de segunda-feira. De folga em Jaú, depois do jogo realizado em Araraquara, o jogador baleou acidentalmente um amigo quando brincava de tiro ao alvo com uma espingarda de pressão. Segundo os jornais locais, Leonardo Miguel Calixto Pessuto, 20 anos, está na UTI em estado grave. O amigo de Castán foi atingido nas costas pela arma que estava nas mãos do jogador. Testemunhas informaram que não havia bebida alcoólica no local.

O acidente aconteceu em uma propriedade do zagueiro no Jardim Paraty. De acordo com a polícia, o disparo aconteceu quando Castán foi passar a arma para as mãos de Leonardo. O jogador socorreu o amigo ferido até o pronto-socorro da Santa Casa de Jaú. O chumbinho teria perfurado o pulmão da vítima, que deverá passar por cirurgia.  

A ocorrência foi registrada como lesão corporal culposa, quando não há intenção.  O  jogador do Corinthians se colocou à disposição da Justiça para prestar mais informações. Procurada, a assessoria do Corinthians disse que o clube só vai se pronunciar sobre o caso após a reapresentação da equipe, marcada para a manhã desta terça-feira.


Nova camisa do Corinthians é vinho e com estampa

Corinthians ainda não lançou oficialmente, mas a terceira camisa já está inclusive à venda na web. O modelo é vinho, homenageia o Torino e tem uma estampa de São Jorge, o Padroeiro do clube, logo na frente. A expectativa é a de que o clube faça a estreia do terceiro uniforme na próxima partida contra o Coritiba no domingo, às 16h, em Araraquara. O torcedor do Corinthians que gostou do modelo pode comprá-lo na Times Mania por R$189,90.


Paulistas brilham no Brasileirão


A primeira rodada do Brasileirão foi “perfeita” para os times paulistas: Corinthians, Palmeiras e São Paulo venceram os seu confrontos. O Santos, mais preocupado com a disputa da semifinal da Libertadores (na próxima quarta-feira, contra o Cerro Porteño, no Pacaembu), jogou com os reservas e conseguiu empatar contra o Internacional, por 1 a 1, na Vila Belmiro.

Além do Peixe, outros três times pouparam seus titulares: Avaí, Ceará e Vasco, todos disputando as semifinais da Copa do Brasil – o Coxa escalou titulares. Destes, somente o Cruzmaltino conseguiu vencer e justamente em jogo contra um “mistão”, o do Vovô. Mesmo no Ceará, o time da Colina fez 3 a 1, de virada.

Com grandes atuações de Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, o Flamengo fez a sua parte contra o “reserva” Avaí e goleou por 4 a 0. E na outra goleada da rodada, também no sábado, o Atlético-MG largou bem no duelo contra o xará Paranaense e fez 3 a 0. Foi nesta partida que saiu o primeiro gol da edição 2011 do Brasileirão, marcado pelo volante Toró.

No domingo, os gols diminuíram, é verdade. Mas os paulistas se deram bem. Nos dois duelos entre Rio e São Paulo, os paulistas levaram a melhor. Em São José do Rio Preto, o Gladiador Kleber, que completou cem jogos com a camisa do Palmeiras, fez o gol da vitória do Verdão por 1 a 0 sobre o Botafogo.

No duelo dos Tricolores, o paulista prevaleceu: esqueceu a crise pós-eliminação na Copa do Brasil, diante do Avaí, e venceu o Fluminense por 2 a 0, em São Januário. Outro paulista que se deu bem fora de casa foi o Corinthians. Em partida marcada por dois pênaltis controversos, um para cada lado, o Timão conseguiu a vitória por 2 a 1, de virada, sobre o Grêmio, no Olímpico. Com direito a belo gol de Liedson, que quebrou um jejum de um mês sem marcar.

O Atlético-GO também brilhou como visitante. E diante do Coritiba, que ainda não tinha perdido em casa neste ano. No Couto Pereira, Marcão fez o gol do triunfo do Dragão.

Com um gol “estranho”, o Figueirense reestreou na Primeira Divisão em grande estilo. Venceu o Cruzeiro, por 1 a 0, em casa. O tento dos catarinenses, saiu em um lance bizarro: o goleiro Fábio tentou afastar cruzamento, a bola bateu na nuca de Marquinhos Paraná e acabou entrando.

Na partida entre os “estreantes” do Nacional, o América-MG venceu o Bahia por 2 a 1, de virada, em Sete Lagoas. O gol do Coelho em sua volta à elilte do futebol brasileiro foi marcado por Alessandro, aos 42 minutos do segundo tempo.


São José bate o Rio Preto e respira na A2

O São José venceu a primeira partida na segunda fase do Campeonato Paulista da Série A2. A Águia do Vale recebeu o Rio Preto na noite deste sábado, pela abertura do returno do Grupo 04 e bateu o Jacaré por 4 a 1.

O time do Vale do Paraíba foi a quatro pontos, na terceira posição da chave. O Jacaré ocupa a quarta e última posição da chave, com três pontos.

Bruno Nunes abriu o placar para o Rio Preto aos três minutos da segunda etapa. Rodrigo Pardal, aos 11, marcou o gol de empate e Edmílson, cinco minutos depois, virou para a Águia do Vale.

Valdir Papel, aos 27, anotou o terceiro do São José na partida e Nena, aos 31, fechou a contagem no Martins Pereira.

O São José visita o Comercial na penúltima rodada da segunda fase para seguir sonhando com o acesso. O Rio Preto pega o Guarani.

SÃO JOSÉ 4 x 1 RIO PRETO

Local: Martins Pereira, São José dos Campos
Árbitro: Edson Reis Pavani Júnior
Assistentes: David Botelho Barbosa e Danilo Ricardo Simon Manis
Quarto Árbitro: Marcos Alves da Silva

SÃO JOSÉ
Carlão; Lucas, Márcio Santos, Paulão e Rogério; Edmílson, Rossini, Rodrigo Pardal (Valdir Papel) e Nena (Fábio Gomes); Velicka (Paulo Santos) e Wellington Simião
T: Luiz Müller

RIO PRETO
Rafael; Marcelo Ferreira, Ézio (Ronaldo (Jô)), Hélio (Alan) e Luciano; Éder Baiano, Geovane, Juninho e Romarinho; Alex Braz e Bruno Nunes
T: Betão Alcântara

Gols: Bruno Nunes (RPR) aos 3, Rodrigo Pardal (SJO) aos 11, Edmílson (SJO) aos 16, Valdir Papel (SJO) aos 27 e Nena (SJO) aos 31 do segundo tempo
CA: Wellington Simião, Rossini, Velicka e Lucas (SJO); Marcelo Ferreira, Éder Baiano e Jô (RPR)
CV: Wellington Simião (SJO)


São José decepciona novamente a torcida

O São José está praticamente fora da disputa por uma das quatro vagas de acesso à elite do futebol paulista. A Águia perdeu neste domingo por 3 a 1 para o Rio Preto em um jogo que ficará marcado para sempre como um dos piores sob o comando do técnico (?) Tarcísio Pugliese. A equipe entrou em campo apática, correndo pouco, errando passes preciosos, sem apresentar perigo a um fraco time que estava tão desesperado por um vitória quanto o São José.

“Ou aconteceu alguma coisa muito séria nos vestiários do São José neste intervalo, ou o bicho vai pegar pra valer! Inacreditável até agora…”, postou José Luiz Nunes, diretor da Águia, em seu facebook durante o segundo tempo da partida, onde o São José conseguindo se superar na incopetência técnica.

Resta saber quais explicações serão apresentadas pela diretoria, elenco e comissão técnica sobre o vexame em Rio Preto. Do que adiantou fazer a melhor campanha na primeira fase do Paulistão A-2– ato de sorte, para chegar na reta final conquistar apenas um ponto em três jogos, sendo este tento de um empate sem gols contra o Comercial jogando no Martins Pereira.

Então é isso, em 2012 tem mais…mais uma vez a torcida vai comparecer, vai apoiar, mais uma vez a esperança de acesso será grande e se nada for feito, mais uma vez a vaga na Série A1 vai passar perto de São José dos Campos e se despedir.


Tricolor perde dois mandos de campo

O São Paulo esteve em pauta no julgamento desta segunda-feira à noite no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP). O atacante Dagoberto foi julgado pela expulsão no clássico contra o Corinthians. Ele pegou um jogo de suspensão, que já cumpriu no último domingo diante do Mirassol.

Com isso, ele está liberado para encarar o Noroeste, no próximo fim de semana. Diante da equipe alvinegra, em partida realizada na Arena Barueri, o árbitro Guilherme Ceretta também relatou na súmula que alguns objetivos foram arremessados no campo pela torcida são-paulina.

Julgado, São Paulo perdeu dois mandos de campo, além de uma multa de R$ 10 mil. Por conta disso, o Tricolor terá de mandar a última rodada do Paulistão contra o Oeste e as quartas de final em um campo localizado pelo menos 100 quilômetros da capital. O clube irá recorrer desta decisão.


Lucas marca golaço e Tricolor vence na Arena Barueri


Na última quarta-feira, o garoto Lucas começou a ser questionado devido à forte marcação da equipe do Santa Cruz. O meia, de apenas 18 anos, sabe da responsabilidade que tem no São Paulo. E ele não se intimida. Neste domingo à tarde, na Arena Barueri, ele deu uma prévia de como será o duelo de volta contra o time pernambucano.

Com um futebol rápido, difícil de ser marcado, o camisa 7 são-paulino marcou um golaço que garantiu o triunfo do Tricolor sobre o Mirassol por 1 a 0. A vitória manteve o São Paulo na vice-liderança do Campeonato Paulista, já que o líder Palmeiras venceu o Santos, na Vila Belmiro. Era inevitável não pensar no Santa Cruz enfrentando o Mirassol. A partida deste domingo foi uma espécie de teste para o time tricolor. Lucas mostrou que o São Paulo está muito bem adaptado ao estádio, que será palco do jogo de domingo. Se no Arruda ele sofreu com os zagueiros rivais, o garoto mostrou estar pronto para o duelo decisivo.

GOLAÇO DE CRAQUE

O técnico Paulo César Carpegiani optou pela entrada do volante Casemiro na equipe. Durante a semana, o comandante havia testado Rivaldo, mas admitiu que não gostou do desempenho do time nas atividades. Com isso, o camisa 29 ficou responsável pela marcação no meio de campo com Carlinhos.

A partida não começou em alta velocidade. Tanto que o primeiro chute a gol do Tricolor aconteceu aos 19 minutos com Jean. Com maior posse de bola, o São Paulo seguiu no campo defensivo do adversário. Aos 24, Fernandinho também teve sua chance, mas, de direita, chutou para fora.

Foi então que o garoto Lucas resolveu decidir. Aos 26 da etapa inicial, o camisa 7 iniciou a jogada ainda antes da linha divisória, tabelou com Jean, driblou três zagueiros, além do goleiro, e marcou um golaço na Arena Barueri. O terceiro gol do garoto prodígio são-paulino nesta temporada.

Logo na volta do intervalo, o São Paulo teve a oportunidade de ampliar o marcador. No entanto, na frente do goleiro, Fernandinho deu um toque por cima e Casemiro não chegou para completar para o fundo do gol. Minutos depois, Jean perdeu quase em cima da linha. Sempre com Fernandinho, o Tricolor continuou pressionando em busca do segundo gol. Desta vez, o camisa 12 tocou para Casemiro. O volante limpou a jogada, mas chutou para fora da entrada área.  O Mirassol começou a atacar, porém o São Paulo respondia, como na bola na trave do atacante Willian José.

A torcida pediu e Carpegiani atendeu. Rivaldo entrou na vaga de Willian. No fim da partida, mais precisamente aos 39, Henrique ficou com o lugar de Fernandinho. Nesta altura do jogo, o São Paulo administrava o placar. Mais uma vitória que ratifica o bom momento do time no Estadual. Agora, foco total na Copa do Brasil.

COPA DO BRASIL

O elenco são-paulino se reapresentará nesta segunda-feira à tarde, no CT da Barra Funda. O Tricolor voltará a campo na próxima quarta-feira também na Arena Barueri. Pela Copa do Brasil, a equipe enfrentará o Santa Cruz. No jogo de ida, no estádio Arruda, 1 a 0 para o time pernambucano. Para classificar, o São Paulo terá de vencer por dois ou mais gols de diferença.