Posts com tag “Brasil

Brasil vence Argentina com gol de Neymar no fim

Com um gol de pênalti de Neymar (foto) aos 48 do segundo tempo, o Brasil derrotou a Argentina de virada por 2-1 na noite de quarta-feira em Goiânia, no jogo de ida do Superclássico das Américas.

Apesar da vitória suada, o técnico Mano Menezes foi muito vaiado pelos mais de 37 mil torcedores que compareceram ao Serra Dourada, principalmente quando trocou Lucas por Wellington Nem. A substituição foi a senha para a torcida clamar pela volta de Luiz Felipe Scolari, recém-demitido do Palmeiras.

O Brasil teve maior posse de bola, mas quem abriu o placar foi a Argentina, com gol do corintiano Martinez aos 19 minutos. O empate veio aos 25, em cobrança de falta de Neymar desviada de cabeça por Paulinho.

O segundo tempo foi morno, até que o zagueiro Desábato derrubou Leandro Damião na área. Neymar não tremeu e balançou as redes, garantindo a vitória brasileira e aliviando a situação de Mano.

A partida de volta do Superclássico das Américas será no próximo dia 3 de outubro, em Resistencia, na Argentina, e o Brasil joga por um empate para ficar com a taça. Como não há vantagem por gol marcado na casa do adversário, os hermanos têm de vencer por dois ou mais gols de diferença. Triunfo por apenas um levará a decisão para os pênaltis.

Veja os gols da partida de ontem:


Brasil goleia a China e alivia Mano

Com três gols de Neymar, o Brasil atropelou a China por 8-0 segunda-feira no Recife, um resultado que aliviou o muito criticado técnico Mano Menezes.

Em ritmo de treino, a Seleção não teve nenhuma dificuldade para derrotar a limitada equipe chinesa, 78ª do ranking da Fifa. Ramires (foto, de frente) abriu o placar aos 22 minutos, e Neymar fez o primeiro dele três minutos depois.

A goleada se desenhou no segundo tempo. Logo aos três minutos, Lucas recebeu de Hulk e chutou no canto direito, sem chances para o goleiro. O atacante fez o dele três minutos depois, antes de Neymar balançar as redes mais duas vezes em oito minutos. Aos 24, o chinês Liu Jianye resolveu contribuir para a goleada e fez contra, e Oscar, de pênalti, fechou o caixão da seleção asiática. Veja os principais lances da partida:


A equipe volta a campo no dia 19 deste mês contra a Argentina, em Goiânia, pelo Superclássico das Américas. Apenas jogadores que atuam no Brasil serão convocados por Mano.


Pato faz dois e Brasil goleia a Suécia

Com dois gols de Pato (foto) nos últimos minutos, o Brasil derrotou a Suécia por  3-0 em amistoso disputado nesta quarta-feira no estádio Rasunda, em Estocolmo, palco da primeira Copa do Mundo conquistada pelo país em 1958. O ídolo Pelé deu o pontapé inicial da partida.

Depois dos Jogos Olímpicos de Londres-2012, quando ficou com a medalha de prata, a seleção brasileira recuperou parte de seus titulares. Gabriel continuou no gol, mas Daniel Alves, Thiago Silva e David Luiz formaram a defesa com Alex Sandro, que substituiu Marcelo, suspenso, na lateral-esquerda. Paulinho, Rômulo e Ramires compuseram o meio-campo, com Oscar na armação. No ataque, Neymar e Leandro Damião.

Já a Suécia se apresentou sem sua maior estrela: Ibrahimovic, recém-contratado pelo PSG, recebeu uma pancada sábado na estreia de seu time no Campeonato Francês e foi poupado.

O primeiro gol só saiu depois de meia-hora de jogo, com Damião cabeceando firme em ótimo lançamento de Neymar pela esquerda. O craque do Peixe havia balançado as redes aos 19 minutos ao rebater um chute de Oscar que carimbara a trave, mas o juiz alegou impedimento.

Aos 29 minutos da segunda etapa, Mano lançou Pato no lugar de Damião. E o atacante do Milan não demorou para aparecer: aos 38, recebeu de Daniel Alves no meio da grande área e cabeceou, sem chances de defesa para o goleiro. Dois minutos depois, recebeu de Ramires, invadiu a área e foi derrubado. Pênalti, que o próprio Pato converteu: 3-0, placar final.


Brasil goleia e volta à final olímpica após 24 anos

O Brasil vai disputar sua primeira final olímpica em 24 anos: terça-feira, em Manchester, a seleção brasileira goleou a Coreia do Sul por 3-0 nas semifinais e vai decidir com o México, sábado, às 11h (hora de Brasília), em Wembley.

A medalha de ouro olímpica é uma obsessão para o país que venceu cinco vezes a Copa do Mundo e tem uma das seleções mais temidas do planeta. Nas duas vezes que chegou mais perto da conquista, o Brasil sucumbiu na decisão e ficou apenas com a medalha de prata. Em 1984, nos Jogos de Los Angeles, perdeu da França. E quatro anos depois, em Seul, foi derrotado pela extinta União Soviética. Depois disso, levou dois bronzes: em 1996, em Atlanta, e 2008, em Pequim.

Leandro Damião foi o principal responsável pela goleada de ontem. O atacante do Inter balançou as redes duas vezes e é o atual artilheiro destas Olimpíadas, com seis gols marcados.

O Brasil demorou a se encontrar no primeiro tempo. A Coreia do Sul tocava melhor a bola e chegava com mais facilidade à área da Seleção. O Brasil acordou a partir dos 19 minutos. Marcelo arrancou da defesa, passou por três adversários e lançou para Damião. O atacante invadiu a área, levou a bola para a perna direita e chutou para a defesa de Lee.

Aos 37, Sandro recuperou a bola no meio de campo e tocou para Oscar (foto, à esquerda). O apoiador carregou até a entrada da área e rolou para Rômulo (foto, de costas). O volante finalizou de primeira, sem muita força, mas o goleiro Lee aceitou: 1 a 0.

A Coreia do Sul voltou como começou o primeiro tempo. Em cima da Seleção. E, logo aos três minutos, a arbitragem deixou de marcar um pênalti claro para os asiáticos. Kim Bokyung recebeu lançamento em profundidade, invadiu a área e foi derrubado por Sandro. O juiz Pavel Kralovec, da República Tcheca, mandou o lance seguir.

O Brasil fez o segundo gol aos 11 minutos. Neymar tabelou com Marcelo e recebeu na área. O atacante foi à linha de fundo e cruzou para trás. O lateral-esquerdo furou e a bola sobrou para Damião, que bateu de primeira para marcar mais um para a Seleção.

No toque de bola, o Brasil fez o terceiro. Neymar recebeu ótimo lançamento de Thiago Silva do campo de defesa. O atacante tocou para Oscar, que tentou devolver. A bola bateu na zaga e sobrou para Damião dentro da área para Damião, que não perdoou: 3-0 Brasil.


Meninas do futebol perdem e estão fora dos Jogos

As meninas do futebol perderam para o Japão por 2-0 nesta sexta-feira (3) nas quartas-de-final do torneio olímpico, desperdiçando uma das maiores chances de medalha do Brasil em Londres.

O Japão foi extremamente superior ao rival sul-americano do começo ao fim do confronto. O Brasil, por sua vez, firmou sua pior campanha olímpica na história da modalidade, já que havia alcançado ao menos a semifinal em todas as vezes que disputou.

Com uma atuação bem abaixo do esperado no Millenium Stadium – principalmente de Marta (foto), que não foi nem sombra da jogadora que assombrou o mundo nos anos anteriores, as meninas do Brasil até dominaram os primeiros 20 minutos do confronto, mas caíram de produção e viram o Japão tomar o controle das ações. Com Aya Miyama e Shinobu Ohno buscando finalizações de fora da área, o time asiático passou a dominar.

E o gol não demorou para sair. Com Ogimi Yuki, as japonesas abriram o placar e acuaram ainda mais as brasileiras. Marta, apagada, só conseguia aparecer na partida em cobranças de bola parada, como faltas e escanteios, enquanto Cristiane e Formiga se viravam como podiam no ataque verde e amarelo.

Na segunda etapa, a Seleção continuou apática. Com a experiência de quem é o atual campeão mundial da categoria, o Japão fazia o tempo passar com a bola nos pés e se fechava no campo de defesa explorando os contra-ataques. Até que saiu o gol da classificação: aos 28, com Shinobu Ohno.

Assim, o Brasil se despede dos Jogos Olímpicos de Londres sem conseguir repetir os desempenhos de Pequim-2008 e Atenas-2004, quando alcançou a decisão e sucumbiu, levando para casa a medalha de prata.


Brasil goleia e garante 1º lugar do Grupo C

O Brasil arrasou a Nova Zelândia por 3-0 nesta quarta-feira em Newcastle (Inglaterra), em jogo válido pela terceira rodada e garantiu o primeiro lugar do Grupo C.

Destaque da partida anterior contra Belarus, Neymar não teve o mesmo brilho contra a Nova Zelândia e chegou a perder um gol incrível na segunda etapa, quando o Brasil já vencia por 3-0.

Os gols foram marcados por Danilo, Leandro Damião (foto) e Sandro.

O ponto negativo foi a expulsão de Alex Sandro, que não poderá ser relacionado para as quartas-de-final.

O rival do próximo sábado será Honduras, que terminou no segundo lugar do Grupo D.


Brasil vence Egito mas passa sufoco no 2º tempo

Parecia que a seleção masculina de futebol teria a mesma estreia tranquila que as meninas tiveram ontem contra Camarões (vitória por 5-0). Porém, depois de um primeiro tempo impecável, Neymar e companhia acabaram passando sufoco e venceram o Egito aos trancos e barrancos, por 3-2, nesta quinta-feira em Cardiff, na primeira rodada do torneio olímpico.

O time comandado por Mano Menezes abriu 3-0 na primeira etapa, com gols de Rafael, Leandro Damião (foto) e Neymar. Mas os egípcios marcaram duas vezes na segunda etapa e quase complicaram a vida do Brasil.

O meia Oscar, recentemente vendido ao Chelsea na transação mais cara da história do futebol brasileiro, teve grande atuação: o ex-jogador do Internacional deu as assistências para Rafael e Damião. No terceiro gol, Neymar puxou um contra-ataque e tocou para Hulk na esquerda. O jogador do Porto cruzou na medida para o atacante do Santos, que finalizou de cabeça.

A vitória dá tranquilidade para o Brasil nos jogos contra Bielorrússia, no próximo domingo, e Nova Zelândia, na próxima quarta. O Brasil busca o primeiro ouro olímpico no futebol e vem de um fiasco em Pequim, quando perdeu para a Argentina nas semifinais.

Também nesta quinta-feira, a grande surpresa foi a derrota da Espanha contra o Japão. Os asiáticos venceram por 1-0, e a superioridade deles foi tanta que o placar poderia ter sido mais elástico.