Posts com tag “Copa América

Uruguai conquista sua 15ª Copa América

O Uruguai derrotou o Paraguai por 3-0 neste domingo no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, e faturou a 15ª Copa América de sua história.

O país é agora o maior vencedor do torneio, uma vez que a Argentina tem 14 títulos e o Brasil, oito.

A vitória conquistada neste domingo confirma o renascimento do Uruguai, bicampeão mundial (1930, 1950) que não ganhava um título importante desde a Copa América de 1995. A volta da Celeste ao grupo das grandes nações do futebol teve início no ano passado, quando a seleção chegou às semifinais da Copa do Mundo.

O Uruguai foi superior ao Paraguai o tempo todo e mereceu a vitória. Os uruguaios abriram 2-0 ainda no primeiro tempo, com gols de Luis Suarez e Diego Forlán. No primeiro, marcado aos 11 minutos, Suarez recebeu de Forlán na grande área, fintou o marcador e bateu cruzado. A bola ainda tocou na trave direita do goleiro Justo Villar antes de entrar. No segundo, Forlán se apresentou pela esquerda e chutou forte, sem chances de defesa para Villar.

O melhor jogador da última Copa ainda fez o terceiro no fim do jogo, após linda troca de passes com Suarez e Edinson Cavani.

Com quatro gols marcados nesta Copa América, Suarez foi eleito o melhor do torneio.

Confira os gols da vitória do Uruguai sobre o Paraguai:


Melhores momentos de Argentina x Uruguai

Veja os melhores momentos do confronto entre Argentina e Uruguai, pelas quartas-de-final da Copa América


Brasil 4 x 2 Equador

Confira os melhores momentos da vitória do Brasil contra o Equador (4-2), na noite de quarta-feira no estádio Mario Kempes, em Córdoba:


Argentina 3 x 0 Costa Rica

Veja os gols da vitória da Argentina sobre a Costa Rica (3-0), ontem à noite no estádio Mario Kempes, em Córdoba:


Brasil empata de novo e se complica na Copa América

O Brasil continua sem vencer nesta Copa América. Neste sábado, no estádio Mario Kempes, em Córdoba, a Seleção arrancou um empate em 2-2 no fim do jogo contra o Paraguai e subiu para dois pontos. A Venezuela, que ganhou do Equador por 1-0, lidera o Grupo B com quatro pontos. O Equador, lanterna da chave, tem um.

A Seleção Brasileira entrou com o mesmo time que empatara sem gols com a Venezuela na estreia, com uma exceção: Robinho deu lugar a Jadson. Com a mudança, o time ganhou em movimentação. Livre do peso de ser o único responsável pela criação das jogadas, Paulo Henrique Ganso finalmente se soltou e foi um dos brasileiros que mais melhoraram em relação ao primeiro jogo.

O primeiro gol do Brasil nesta Copa América saiu aos 38 minutos, em jogada iniciada por Ramires. O volante do Chelsea ganhou de três adversários e tocou para Ganso, que rolou para Jadson. O jogador do Shakhtar bateu cruzado, sem chances de defesa para o goleiro Villar.

Apesar de ter marcado o gol, Jadson saiu no intervado, sendo substituído por Elano. O Paraguai manteve a posse de bola no segundo tempo e conseguiu virar o jogo, em duas falhas da defesa brasileira. Aos, 55, o atacante Roque Santa Cruz recebeu livre na grande área e, de frente para o gol, chutou colocado, enganando Júlio César. Aos 66, Nelson Haedo Valdez virou o jogo após um bate-rebate na pequena área.

Mano decidiu mexer novamente: lançou Lucas no lugar de Ramires, e Fred no lugar de Neymar. O atacante santista não acertou nada e ainda não desencantou nesta Copa América.

A salvação do Brasil veio a um minuto do fim do tempo regulamentar. Fred recebeu na meia-lua, girou o corpo e finalizou com precisão, decretando o empate.

O panorama não é nada animador. A defesa, único setor que tinha ido bem contra a Venezuela, falhou nos dois gols paraguaios. Daniel Alves, principalmente, teve atuação desastrosa. Alexandre Pato, único motivo de satisfação no ataque domingo passado, errou tudo que tentou.

O Brasil precisa agora vencer o Equador na quarta-feira (21h50 de Brasília) para se garantir na próxima fase sem depender de outros resultados.

Veja os gols da partida:


Bomba! Elano e Nívea Stelmann terminam namoro

A notícia de hoje vai movimentar o mundo da bola. O meia Elano, do Santos, não está mais namorando a atriz Nívea Stelmann. A informação está repercutindo em todos os veículos de imprensa e já preocupa o técnico santista Muricy Ramalho e, principalmente, Mano Menezes, que está com o jogador na Argentina para a disputa da Copa América. Os comandantes temem que Elano fique com o emocional abalado e prejudique a já prejudicada, apática, e desmotivada Seleção Brasileira.

“Eu e @NiveaStelmann não estamos mais namorando!”, escreveu o atleta na noite dessa segunda-feira em sua página no Twitter.

Nívea e Elano começaram a namorar em março deste ano. A primeira vez que foram vistos trocando beijos foi durante o show da grupo Exaltasamba em Santos. Desde então, o casal estava em total clima de romance. A última vez que foram fotografados juntos foi na final da Libertadores, quando o time da Baixada conquistou o título da competição no Estádio do Pacaembu, em São Paulo. Essas informações foram divulgadas pelos sites de celebridades e relacionamentos de jogadores do futebol.

Ainda segundo esses portais, há pouco mais de um mês, o jogador declarou que não queria se casar tão cedo, algo visto como natural pela atriz, que já foi casada com o ator Mário Frias. “Estamos namorando há pouco tempo e estamos bem. Por que a gente teria que estar pensando em casamento agora?”, disse a atriz em entrevista à revista “Contigo” na época.


Brasil estreia na Copa América com empate frustrante

Assim como a Argentina na sexta-feira, o Brasil teve uma estreia frustrante na Copa América, ao empatar sem gols com a Venezuela neste domingo em jogo válido pelo Grupo B.

O esquema ofensivo armado pelo técnico Mano Menezes, com Paulo Henrique Ganso na armação e Robinho, Neymar e Alexandre Pato no ataque, não funcionou. A Seleção dominou a maior parte do jogo, mas pecou nas finalizações.

A maior chance do Brasil foi aos 26 minutos do primeiro tempo, quando Pato recebeu de Daniel Alves na grande área e carimbou o travessão.

Houve ainda uma confusão no intervalo, quando o treinador da Venezuela, César Farias, veio bater boca com Neymar, provocando um grande empurra-empurra no caminho do vestiário. Veja o vídeo gravado por um torcedor venezuelano:

No segundo tempo, Mano lançou Fred, Lucas, Elano no lugar do inoperante Robinho, de Pato e de Ramires, mas as substituições não surtiram efeito. Ganso e Neymar, as grandes apostas desta Seleção, decepcionaram. Robinho e Ramires tiveram atuações abaixo da crítica. Na verdade, só o setor defensivo foi bem. Por sua vez, a Venezuela tentou explorar os contra-ataques, mas esbarrou nas limitações técnicas de seus jogadores. Júlio César não teve trabalho algum.

As duas seleções voltam a campo no próximo sábado. O Brasil tem pela frente o Paraguai, em Córdoba, e precisa da vitória para não se complicar. Já a Venezuela encara o Equador, em Salta.

Para a sorte do Brasil, Paraguai e Equador também não saíram do 0-0 ontem à noite. Assim, todas as equipes do Grupo B estão com um ponto. Mas o Brasil vai ter que jogar muito melhor se quiser vencer o Paraguai. Lembrando, porém, que passam para a próxima fase os dois primeiros de cada uma das três chaves e os dois melhores terceiros. Ou seja, a não classificação dos comandados de Mano é praticamente impossível.